Home

Às vezes a gente busca respostas, quer saber como fazer, tenta aqui ou ali, ouve esse e aquele, mas esquece o mais importante: você tem se escutado? Tem percebido seus próprios sinais, o clamor insistente de sua alma sufocada por ruídos completamente desnecessários? Esse vídeo é uma conversa rápida e simples, falando sobre assuntos que talvez você já saiba, mas provavelmente está precisando ouvir. A ideia é que esse rápido Insight lhe inspire a começar. Fique bem !

Confissões

abril 22, 2014

confissõesC

Autosuficiencia

abril 22, 2014

Quando a felicidade me habita, irradiarei naturalmente no ambiente, quando o amor mora em mim, apenas serei amor e isso produzirá vínculos, jamais autossuficiência.

O ser autossuficiente está fechado. Ele sabe o que tem, mas por qualquer razão nega-se a compartilhar.

Optou ser uma ilha sem perceber que nossas luzes brilham com mais intensidade quando estamos disponíveis.

A mensagem que chega nessa manhã é bem simples como o dia deve ser. Você está experimentando mais um dia na Terra. É uma grande oportunidade.

Verá outras pessoas, interferirá em mundos e, ainda que não sinta, se deparará com inúmeras possibilidades de mudar tudo. Hoje é um dia crucial, se você enxergar. Daqui há pouco esse texto cairá no esquecimento, talvez em algum “compartimento” de sua mente, mas espero que ele deixe você alerta.

Que ajude a enxergar cada pequeno acontecimento do cotidiano, qualquer um, por mais “comum” que seja como um sinal. Hoje, agora, você está absolutamente rodeado por sinais: Em casa, no trabalho, no trânsito, em qualquer lugar, portanto, não deixe que os contratempos do dia a dia desviem sua atenção. Procure manter-se em silêncio, fale menos, ouça mais, tente não julgar ou pensar que já sabe de tudo, não se apresse!

Enxergue. Enxergue-se.

Seu dia prosseguirá, você vai fazer o que deve fazer, já deve ter alguns planos em mente, mas, mantenha-se aberto para o inesperado, inclua a possibilidade da surpresa, perceba o fluxo da vida fluindo na direção do equilíbrio e do entendimento na tentativa de simplesmente organizar seus pensamentos e cessar os ruídos desnecessários.

Você não precisa de muitas coisas e, acredite, provavelmente o que lhe inquieta é apenas um sintoma. Hoje pode ser um dia crucial e tudo o que você precisa fazer é deixar que seja. Não atrapalhe. Não corra mais do que os acontecimentos. Comece cuidando de sua mente, aquietando sua alma, confiante, sereno, grato inclusive por aquilo que ainda não vê, mas sabe que de alguma maneira já é.

Vamos fazer assim? Cuide-se, fique bem.

É claro que não há quem escreva um livro pensando que ninguém vai ler. Mas o sucesso do Livro Mensagens que chegam pela manhã tem sido uma grata surpresa, especialmente por conta dos retornos que já começaram a chegar de gente que leu, enxergou e entendeu. Acredite: essa é minha maior remuneração. Tomara que a mensagem na garrafinha chegue até você também.

O exercício do amor

abril 21, 2014

As grandes lições, as respostas, os sinais que tanto procuramos estão espalhados pela terra, em bichos, nas plantas, nas crianças, no bem e no mal, no dia e na noite, nas pedras, no céu, nas dúvidas, nos espaços, no vazio, injetados em nossas almas, presentes nos caminhos que, distraídos, percorremos sem notar que tudo já é, já mora em nós, já é real.

Como enxergar quando o interior está muito conturbado?

Não espere que o trabalho melhore, que o relacionamento dê certo, que o caminho apareça se sua mente está produzindo apenas ruídos. Se você não ouve nada além de seus barulhos, não enxerga nada além de seus medos. Vamos combinar uma coisa: primeiro, antes de qualquer coisa, se aquiete.

Sim, não faça nada, não corra, não se esforce, não se desgaste, não se atormente, isso não resolverá. Antes de tudo se aquiete. Pare, ouça, veja, sinta. É fundamental que primeiro aprenda a gostar de você a conhecer-se e para isso é fundamental que fique em silêncio. Não me importa qual seja a razão de seus desgastes, você nunca entenderá enquanto estiver assim, agonizante, amargurado, barulhento.

Aquiete-se. Pare de ouvir sua mente, suas dúvidas, seus titubeios, aquiete-se. Esse é o primeiro passo.

Quando se aquietar interiormente, quando parar de dar bola para as ameças de sua mente, dizendo que é isso ou aquilo, usando o futuro como projeção ou passado como condenação, tudo estará absolutamente mais claro. É você quem está produzindo toda essa confusão. O mundo lá fora está apenas reproduzindo o mundo de dentro. É sempre assim. Não adianta arrumar o lado de fora porque o de dentro continuará nessa confusão.

É como passar perfume, trocar de roupa e continuar sujo, sem banho, suado.

De nada valerá optar por soluções mirabolantes, planejar caminhos, desgastar-se com algo que, com o tempo, como tudo, se moldará e corresponderá ao que você é por dentro e se modificará e deixará de fazer bem e produzirá mais angústia a não ser que você perceba agora e comece por onde tudo acontece, onde tudo é real, onde tudo é : sua interioridade. Aquiete-se.

Procure alimentar sua mente com bons pensamentos. Pare de comer preocupações , ouça boas músicas, veja bons filmes, leia bons livros, saia de casa, vá a natureza, se exponha ao sol, veja gente, sinta a vida. Cuide de si mesmo, é isso que você precisa agora. Seu problema não é aquilo que te inquieta, mas é você mesmo. Pense nisso. Será o principio do aquietamento, de uma revolução que explodirá de dentro para fora, mudando seu jeito de enxergar, alterando profundamente sua relação com a vida. Sim, é isso que você precisa. Vamos começar? Cresçamos juntos! 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 867 outros seguidores