Uma noite inesquecivel.

MAO ASSINANDO

*”Ás vezes, no cumprimento do dever, você se torna tão “profissional”, cheio de técnicas e experiências, que termina esquecendo a razão pela qual escolheu estar ali.  flaviotaça

Decidi pelo rádio, acreditando que, através da palavra, poderia fazer alguma diferença na vida das pessoas. Sempre pensei na importância do que dizemos e o quanto podemos interferir nas regiões mais escondidas do inconsciente.

Você solta uma palavra no ar. Ela viaja por regiões inimagináveis até encontrar quem ouça e as acomode.

lancamento ouvinteQuase como colocar algo em uma garrafa e soltá-la no meio do oceano. Algum dia alguém a encontra, retira da água e abre.

Para mim, o tempo de profissão só confirmou isso.”

 

“…Nada é por acaso porque tudo é. Nada existe que não esteja conectado a uma realidade que, se percebida, levará você a se reconciliar consigo, com a vida e com o mundo.

Se fazemos parte do todo, nosso chamado é para interagirmos com a vida, sabendo que posso construir do lado de fora o mundo que estou construindo do lado de dentro.  Flavio e Cadu

O que tem colocado em seu coração ? Do que tem se alimentado ?

Você nasceu para ser agente de conexão da realidade entre o mundo e as pessoas e hoje é  tempo de assumir essa condição.

Vamos começar ?

É sempre questão de percepção.

Agora é com você.

Como construirá sua história ? ”

Flavio Sam“…Tudo o que vivi me deixou claro que, independente do que aconteça, somos nós quem damos significado ás coisas, conforme o que acontece em nosso coração.

Os acontecimentos só refletem como estamos por dentro, por isso o caminho ideal de percepção é sempre de dentro para fora.

Olhando para dentro, cuidando das próprias feridas e reconhecendo-se nos mais diversos contextos de vida é que aprenderemos a encontrar o sentido das coisas.

O sentido vive em nós. flavio ar

Vivemos em busca de respostas que venham dos céus ou dos homens sem percebermos que as respostas estão em nossos corações.

Andamos cabisbaixos, correndo atrás de novas fórmulas, na esperança de que tudo será como gostariamos. Buscamos ajuda nas pessoas, religiões ou tudo o que nos sinalize por qual direção devemos percorrer.

flaviocarEsperançosos, seguimos receitas e prosseguimos por caminhos que, em principio, nos convençam de que ali estão as respostas.

No começo pode até ser bom, mas com o tempo tudo volta ao normal, ás vezes pior, com sequelas refletidas em angústias intermináveis.”

“Na verdade o caminho está em você. Não importa quais sejam suas escolhas, elas sempre revelarão em qual direção você seguiu interiormente. flaviome

O caminho de fora é reflexo de seus caminhos interiores e a ordem é sempre esta : primeiro você percorre determinada distância interior e, depois, o que acontece do lado de fora reflete a opção que fez e como realizou aquele caminho.

Primeiro no coração, depois nos contextos de vida.flaviopaulo

Assim como seus olhos reproduzem aquilo que está no seu coração, seus caminhos reproduzem quem você é.”

 

 

*Trechos do livro Dez Histórias e Algo mais

** Fotos tiradas por Chello Fotógrafo no dia do lançamento, na Saraiva do Shopping Paulista. Mais fotos no link : http://www.flickr.com/photos/chellofotografo/sets/72157621767000907/

Obrigado a todos !

flavioclose

Anúncios

Muito obrigado !

Estou em trânsito entre SP e Porto Alegre, não deu para escrever direito, mas , ainda que rapidamente, quero agradecer a todos os que estiveram no lançamento do Dez Histórias e Algo Mais.

Foi tocante ver aquela quantidade de gente que se dispos a sair em uma noite de chuva, frio e trânsito ruim para prestigiar essa minha nova empreitada.

Gratidão pela presença e alegria pelas conversas e palavras de tanta gente que conheci lá.

Amigos, colegas, familiares, ouvintes e leitores do blog ( que viraram amigos), muito obrigado !

Em breve pretendo colocar as fotos tiradas pelo Chello aqui.

Foi muito legal !

Logo estarei de volta no Sul, aí falarei com mais calma.

Por enquanto, fica meu muito obrigado !

Enquanto a vida segue seu fluxo

Nessa semana estou em SP por conta do lançamento do meu livro.

É estranho, depois de um ano, voltar a pensar em rodízio de carros e na Marginal congestionada.

Aqui parece que as coisas não mudam: carros pra todosos lados, gente apressada enquanto falam sem parar nos celulares.

Se o mundo tem seu próprio fluxo, parece quem em São Paulo todos seguem por ele sem muitas questões, afinal, as coisas são assim né?

Não pensei que, estando aqui, veria as coisas diferente. Parece que, fora do fluxo, você discerne melhor que tipo de prioridades não gostaria de ter.

Hoje eu conversava com um amigo exatamente sobre isso: Quando você desmonta as construções interiores, revendo prioridades, repensando caminhos, refazendo escolhas, seu mundo muda.

Em um ano meu mundo mudou muito, não porque saí de SP e fui para Porto Alegre, mas porque entre as duas cidades, mudou meu olhar, minhas percepções e prioridades.

Mudou meu coração e as coisas que dou importancia.

Que bom. As vezes precisamos sair do fluxo das coisas e seguir a corrente de nossa própria maré.

Nem sempre é fácil, mas quase sempre necessário.

Meu livro está cheio disso e , quem ler, vai entender.

Se você está em SP, a gente se vê na sexta a noite, lá na Saraiva do Shopping Paulista, as 19h30.

Vai ser bom estar lá.