Uma carta para você

IMG_3270

Hoje acordei cedo e já deparei com alguns e-mails de gente que assistiu minha entrevista no Programa do Jô na noite passada.

Sabe o que mais gostei ? De perceber que tem coisas que você não precisa dizer. Quando as palavras correspondem as intenções e o coração reflete no olhar, de um jeito ou de outro as pessoas captam o que você quer dizer.

Isso ficou claro por conta de manifestações como uma que recebi de Fortaleza (está em comentários aqui no blog) de um rapaz que chegou aqui depois de se sensibilizar com as histórias contadas, especialmente a do Paulo.

Aliás, esse é outro ponto. No dia em que o Paulo passou mal no carro ninguém poderia imaginar o que se sucederia.

O fato é que o caso dele virou história que trancendeu o significado imediato do ocorrido e se transformou em mensagem viva: de solidariedade, de ajuda, de chances, possibilidades, do inexperado e tantos adjetivos pudermos pensar.

Assim são as coisas.

Eventos aparecem em nossas vidas, não temos a menor idéia da razão de estarem alí. Mas quando lidamos com eles de coração aberto e mente pacificada é possível perceber cada conexão que se desdobra em possibilidades que, no fim das contas, nos lembra que em tudo existe bem.

Ainda que momentaneamente possa doer, nada é definitivamente para o mal.

Se não podemos controlar o que nos acomete, temos a chance de escolher o que faremos com cada acontecimento.

Estou feliz com a entrevista, com as manifestações e com o rumo que minha vida tem tomado.

Quero aproveitar e agradecer a tanta gente que tem me escrito nos últimos tempos, especialmente por conta dos videos (que foram expostos no UOL e no Yahoo).  Muitos me pedem autorização para usá-los em seus blogs, orkuts e afins. Pois saibam : todos estão autorizados.

Se a idéia é encher a mente do que é bom, os videos cumprem esse papel.

Aproveito para pedir desculpas aos que ainda não respondi. Foram muitas mensagens e tenho tentado responder uma a uma.

Obrigado também aos que tem comprado meu livro (Dez Histórias e Algo Mais) e me escrito por conta do bem que o conteúdo tem lhes feito.

Mais do que “histórias”, o “algo mais” é a razão do livro.

Sinto que os ventos tem mudado, tem muita coisa acontecendo e outras para acontecer e sei que tem sido assim graças a tanta gente -como você- que vem, lê , volta e aparece.

Só tenho a agradecer e confessar que cada vez mais desejo crescer na consciência de que –  se comunicar é involuntário e  ainda que não saibamos, semeamos o tempo todo-   minha sementes sejam para o bem e de alguma maneira frutifiquem no seu coração.

Essa é a ideia sem a qual nada disso faria sentido.

Obrigado por estar aqui.

Não perca o Programa do Jô de quarta.

IMG_3337

Faz poucas horas que saí da gravação do Programa do Jô.

Minha entrevista irá ao ar na noite desta quarta (dia 26).IMG_3276

Engraçado a sensação de sair do estúdio feliz, mas sentindo que poderia ter dito muito mais.

TV tem tempo, o programa pauta e, quando você menos espera, ouve o Jô dizer ´:” Acabei de conversar com o Flavio Siqueira”.

Em breve a gente confere o resultado pela Globo.

Avise quem puder .

Depois coloco o resto das fotos.

IMG_3304

Bem Brasil

Já está disponível no meu podcast o Bem Brasil dessa semana.

Para quem está chegando agora, trata-se do programa que apresento semanalmente para a rádio Sines em Portugal.

O endereço para ouvi-lo é : www.flaviosiqueira.podomatic.com

Estou indo para o aeroporto agora. Amanhã ( terça, dia 25) gravo o Programa do Jô.

Depois escrevo como foi.

Até a volta !

O politicamente correto.

Vivemos na era do politicamente correto.

Onde assumir posturas se confunde com intolerância e definir um lado se parece com radicalismo.

O Politicamente correto é aquele que tomou pra si a prática da moral dos dias de hoje, seguindo o fluxo como dogma religioso. Tem suas opiniões, mas em público não diz nada.

Soberana e piedosamente coloca-se em posição superior de arrogante tolerância, sem se dar conta que sua tolerância, não passa de medo.

São tempos de imposição da aceitação onde até através de leis, pretende-se forjar uma sociedade mais equilibrada.

Verdade vira diplomacia e toda verdade que não seja diplomática é relativizada.

Relativismo é a bandeira do politicamente correto.

São escravos da aparência do bom e virtuoso, adoecendo na alma a medida em que sufocam aquilo que pode parecer feio.

Uma sociedade “correta” é aquela sem vida, sem discussões, sem de fato tomar partido de nada porque sempre que há posicionamento é em nome da aparência e da necessidade em estar na luta certa, mesmo sem saber qual é.

Quanto mais ideologia do “politicamente correto” existe em alguém, mais fria, descomprometida e alheia da existência a pessoa se torna ja que nele não há paixão, mas apenas avaliação da vantagem ou da auto-preservação pessoal.

É quando o sim e o não são necessariamente o que parecem pois em tal ideologia de religiosidade secular, o que é, pode ser, dependendo das circunstancias, porque se as circunstancias não forem as ideiais, qualquer que seja a verdade, mesmo sendo na prática, não será tratada assim. Afinal o ser “politicamente correto” só diz que o que é, é, se isto lhe for conveniente e bom para o culto à elegância.

Vivemos em tempos de culto a si própria e a aparência sabendo que se dentro sou vazio, por fora devo pelo menos aparentar ser alguma coisa.

Viramos uma pasta, um eco do outro em uma sociedade que é quase regida por uma espécie de insconciente coletivo que, no fim das contas, é mantido por interesses de todas as espécies, menos do bem coletivo.

Até que ponto o medo de assumir posições e ser você te afilige a ponto de assumir discursos que não são seus ?

Em principio pode parecer bobeira mas o problema é que ao percebermos viramos pasta que não pensa, não sente e não vive, mas sobrevive em nome da aparência alimentada pela necessidade se simplesmente ser aceito.

Pense nisso.

No programa do Jô.(atualizado)

2845172505_55dea60566

Semana que vem estarei em São Paulo gravando o programa do Jô na rede Globo para falar sobre meu livro “Dez histórias e Algo Mais“. (A venda nas principais livrarias do país ou no site www.besourobox.com.br )

Será uma ótima oportunidade e espero contar com sua audiência.

Depois confirmo a data que irá ao ar.

* A gravação será na terça a tarde.  Ainda não sei quando vai ao ar. Logo que souber te aviso.