E se tudo mudar?

Certa manhã você acorda e abre os olhos lentamente tentando lembrar quais os primeiros compromissos do dia. Não lembra. Mas não é exatamente a falta de lembrança que lhe assusta: está tudo diferente ! As paredes não são mais brancas, estão pintadas de verde claro…Verde claro? Como é possível?

Mexeram no spot de luz enquanto você dormia, agora é outro! Assim como a posição da cama, o tamanho do quarto, os moveis, não tem mais cortina? Parece outro quarto ! A porta está diferente, não tem mais suite, não tem mais esposa dormindo ao lado, é outro quarto ! – A inevitável conclusão assusta e te empurra para fora da cama, fazendo com que belisque os próprios braços, dê tapinhas no rosto: “Acorda, acorda!”, mas não é um sonho.

Enquanto dormia algo aconteceu, tudo está diferente no quarto, fora dele, talvez em toda cidade, o cenário de sempre mudou, as pessoas foram substituídas por desconhecidos, está tudo completamente diferente. O que houve?

O que você faria se acontecesse contigo? Talvez não exatamente nas configurações descritas, mas, imagine que por alguma razão você descobrisse que todas as suas verdades, tudo o que considera mais estável, confiável, inquestionável, estivesse enganado? Um dia você acorda, abre os olhos e enxerga nova realidade, uma que se contraponha ao cenário de antes e faz com que, assustado, seja obrigado a admitir para si mesmo que as coisas não são exatamente como acreditava ser.

Então prepare-se para essa possibilidade. Aquele que busca enxergar e sente que é necessário quebrar condicionamentos, antes de tudo se expõe à possibilidades diárias de acordar e perceber que o quarto não era aquele, os móveis, os cenários, as pessoas, que tudo o que produzia certezas e seguranças não era exatamente como pareciam ser.

O fato é que a maioria de nós não busca enxergar, nossa busca é por segurança. Poucos estão disponíveis para livrar-se dos filtros do condicionamento cultural, religioso, moral, familiar, ou qualquer outro que modifique os cenários, pela simples razão que preferimos controle à liberdade, escoras ao invés de caminharmos com as próprias pernas. É mais fácil a estabilidade que um falso cenário produz do que expor-se ao desconforto de relativizar absolutos.

A mensagem de hoje pode ser inquietante, mas julgo necessária. Ela se baseia em uma pergunta: Você tem convicção de que suas certezas são fruto de uma busca consciente ou será que é apenas subproduto de sua necessidade por segurança?

Respondê-la com sinceridade pode esclarecer grande parte dos seus medos e desconfortos. Talvez, a parede do quarto sempre tenha sido verde clara.

doubt1

Anúncios

Um comentário em “E se tudo mudar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s