“Dar” amor

“Até que ponto as pessoas estão abertas para receberem o amor? Até que ponto eu posso me doar em amor sem ser “poliano”…
…vejo que as pessoas, buscam e precisam desse amor, mas muitas vezes não dão abertura para que isso ocorra… ”

– A questão não está ligada às “pessoas”, mas a você.
Não é pelo fato de estarem ou não prontas para serem tratadas em amor, quase ninguém está, especialmente porque o amor nunca é “poliano’, mas grave, contundente, consciente. Aliás. quem de nós está?
Você só trata em amor quando vive em amor, quando aceita as implicações no dia a dia de escolher o contra fluxo, de posicionar-se a despeito de possíveis expectativas.

Não é questão de alguém “dar abertura”, nesse caso não é uma atitude que você faz e o outro aceita. Viver em amor é ser amor no dia a dia , é responder conforme sua própria consciência em relação ao que deve ser feito e, ainda que o outro não entenda, será de alguma maneira tocado por isso. Você não dá amor, você vive amor. Não é um punhado de atitudes, mas uma dimensão onde escolho viver. O resto é reflexo.

Anúncios

3 comentários em ““Dar” amor

  1. Ola Flávio! Já li em em vários de seus textos, bem como em seus videos, sobre o fato de termos que nos aquietar. Digo isso pq eu particularmente pareço que sempre fico buscando respostas quantos as insatisfações etc. E parece que nunca me acalmo. O descanso parece que não vem. Não estou reclamando sobre o questionar as coisas. Pelo contrario, quando comecei a fazer isso, parece que tomei um pouco mais as rédeas de mim. Mas a questão em que quero chegar é que eu não consigo entender muito bem quando VC diz que tudo já é. Que só basta ver. Tenho dificuldades em “ver” essa já está tudo certo. Só queria que me auxiliasse nesse ponto. Grande abraço, flavio. Ate mais.

  2. José amigo, vou ler e responder sua questão no meu programa de rádio segunda feira 21/02. O programa é entre 08h e 10h e as reprises às 15h, 20h e 03h http://www.webradiovagalume.com Além disso aqui no blog há muitos textos que falam sobre isso, sugiro que leia com tempo. Abração, amigo !

  3. Muito obrigado!
    Obs: é impressionante como a palavra “amigo” dá uma sensação de fraternidade, aconchego.
    Grande abraço, amigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s