Graças e desgraças

Há desgraças na vida. Há graça também. Portanto posso escolher se verei a desgraça a partir da graça que me habita, ou se verei a graça da vida a partir da desgraça que alimenta minha mente. É uma escolha. Não desconsidero que há maldades e injustiças no mundo, mas ao invés de promover essa mensagem, seja pelos assuntos cotidianos, curtidas em rede social, entretenimento, jornalismo, prefiro a graça do cotidiano, da simplicidade, das conexões naturais que se projetarão como olhar e me ajudarão a encontrar sentido na vida. Mesmo quando dói.

Anúncios

4 comentários em “Graças e desgraças

  1. Como é mesmo o nome daquele seu conhecido, que virou amigo, que era vizinho de algum lugar, poeta , simples, que criou aquela música tão singela, de um pé que tudo dá… tão linda aquela música, hoje o céu está fechado…um friozinho percorre o corpo… aquela música iria aquecer…
    abraços
    Mp

  2. Tuas palavras exprimem o que sinto nesse momento, isso e tao bom! Obrigada Flavio, você tem me ajudando muito a ser quem estou me tornando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s