Fim das guerras

Quem pode assumir que as guerras que compra, as antipatias, as causas que assume e te colocam em posições de combate são reflexos? Não estou negando os conflitos do mundo, as injustiças, a necessidade de nos posicionarmos, de qualquer forma, se olharmos as raízes de todos os conflitos, chegaremos aos nossos conflitos pessoais e a dificuldade de nos enxergarmos. Quando vejo deixo de ter “razões”, então me aquieto e cesso as guerras. Abaixo, no mais novo Insight, uma breve reflexão sobre o assunto.

Anúncios

Um comentário em “Fim das guerras

  1. Tudo cura…quando cura em você! Durante a minha vida toda, procurei agradar às expectativas do que era “formatado” como “correto” e realmente quando nós obedecemos aos “sistemas” impostos sobre nossa “existência”, nos tornamos inerentemente “combativos” porque somente nos interesse a “verdade” que deve ser correspondida…e desta forma, as diferenças incomodam muito! Mas quando alcançamos a cura “interior”… tudo muda…o peso não existe mais…as “feridas” são cicatrizadas…passamos a esperar de nós mesmos ao invés de transferirmos tais expectativas às demais pessoas…a CORAGEM brota…e não tenho mais “medo” e sim “desejo”…viver…respirar…ouvir…se não conseguir enxergar…sentir…assim descobri que o “mundo” que vive em mim é maravilhoso e jamais o abandonarei, pelo contrário: o compartilharei. Boa tarde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s