Miragens

Já reparou como poucas vezes lidamos com a realidade? Construímos e alimentamos nossos fantasmas e passamos a vida combatendo o que não existe. Eles se escondem no passado, se projetam no futuro, mas não conseguem assombrar o presente, desde que você esteja aqui.
Passamos a vida inteira entre miragens recusando a ideia de que basta acordar. Sabe aquele sonho ruim interrompido quando você entende que sonha e abre os olhos? Faça o mesmo.
Flagre-se durante o dia, observe o quanto anda distraído e aceita os condicionamentos mentais. Os fantasmas somem quando perdemos o medo. Eles se alimentam das sombras que cultivamos dentro, de nossa distração, de nossas resistências culposas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s