Nossos céus

Desde os tempos mais remotos homens e mulheres olham para cima e suspiram, ansiando sabe-se lá pelo que, talvez a espera que as respostas para os dilemas cotidianos venham de anjos, espíritos, extraterrestres e deuses. Representantes do céu, seres alados e onipotentes que nos espiam em nossas agonias e um dia se compadecerão.
Então nosso céu diminui. Passa a caber no espaço de nossas crenças, deixa de ser selvagem, foi domesticado por uma espécie de esperança presunçosa, insegura, projetada não mais no infinito, mas atrofiada conforme o tamanho dos nossos medos. (Trecho do meu novo livro. Em dezembro…)

Anúncios

2 comentários em “Nossos céus

  1. … O olhar para o céu nos acalma … porque além dele estão nossas origens, e digo além enquanto entendermos céu apenas como atmosfera terrestre.
    Não somos daqui, aqui é apenas um lugar de condicionamentos, crenças um lugar para criar… igual uma sala de artes… onde inventar é preciso…
    Tenha um bom dia Amigo1
    mp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s