Onde cabe o amor?

“Que tarefa ingrata essa de expressar o amor que não se converte em palavras, não se limita em melodias, não pertence aos amantes ou caridosos! Amor, selvagem.” – Do livro O menino que anseia pelo céu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s