A chave

Não há ciência sem mistério. Filosofia sem perguntas é presunção do saber. O céu estrelado, o espaço sem limites, o tempo e o não tempo, a morte presente, lembrando que as réguas que usamos para medir o infinito são pequenas demais.
Os poetas que amamos não representam nada diante dos que já existiram anonimamente. As sinfonias, pálidos reflexos dos sons que ainda não ouvimos. O amor que conhecemos, manifestações de nossas contradições diante da abrangência do que de fato é. A beleza que não encontra limites, o encantamento que apesar de tudo se projeta no simples. Talvez ai esteja a chave.
Não há mistério, nem profundidade, nem nada que seja desconhecido e não se relacione quanticamente com nossas expressões mais corriqueiras, pequenos insights, movimentos tão sutis que não são percebidos apesar de carregarem potencialmente expressões da magnitude universal.
Em cada humano que nasce e morre expressões completas do universo. Universos que caminham sobre pernas. Universos que nem sabem que são.
smeared-sky-matt-molloy-2

Anúncios

4 comentários em “A chave

  1. Bem, Meu Querido Flávio Siqueira e Vagalumes, Nem é Preciso Explicar Muito sobre o Assunto, Simplicidade, Sem Complexidades Teóricas, Religiosas, dentre Outras Mais. As Mensagens Não Estão em palavras mortas ou Indivíduos que se auto denominam “Os Iluminados”, mas, nas Coisas Mais Simples que estão em Todos os Cantos de Nossas Vidas. Um Forte Abraço pra Você, Flávio, e á Todos os Internautas, Fiquemos Muito Bem e Sem Complexidades 🙂

  2. Mais um texto simples e profundo, grato Flavio! Percebi que ultimamente “a vagalume” Clarice Nunes da Costa está comentando os seus textos, gostaria de dizer que também estou me identificando com as percepções dela, que está contribuindo com o blog e compartilhando energia positiva! Abraço Flavio, beijos Clarice e que fiquemos bem…

  3. Meu Querido, Rafael, eu Estou Muito Grata por Suas Palavras de Carinho e que Felicidade que é Saber que as Minhas Palavras estão Te Inspirando e é Muito Bom Viver e Ser um Exemplo para Muita Gente, Vamos que Vamos Juntos Compartilhando e Aprendendo à Vivermos Muito Bem, Identificando os Nossos Valores Humanos, Sem Querer Mudar os Outros e Evitar que os Outros nos Manipulem com Muita Paz e Aceitando as Nossas Imperfeições, “Sejamos Perfeitos em Nossas Imperfeições”. Continuemos Sempre Assim, Rafael, Sem Complexidades e Mais Simplicidade na Vida e Dividindo as Nossas Experiências com os Nossos Semelhantes. BJS pra Você, Rafael, Muito Obrigada Por Sua Gratidão e um Abraço ao Flávio Siqueira e Demais Vagalumes e Fiquemos Muito Bem 😀

  4. É maravilhoso pensarmos nisto tudo e percebermos que apesar de tão pequenos, somos tão raros, especiais e que o pouco de luz de cada vagalume que somos, somados aos outros vagalumes, seja tão importante dentro do todo este universo que brilha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s