Para não perdermos a noção

O consumo é a religião do ocidente e rapidamente o oriente tem se convertido a ela também. Crer no consumo como dogma desabilita a solidariedade, faz com que percamos o senso de doação, de doar-se, de ser, sem interesse. A gente perde a sensibilidade de identificar o fluxo natural da vida que acontece em liberdade. Nossas religiões, as políticas, a cultura, em grande parte, tem sido expressões desse olhar. Cuidemos de nossas mentes, pra que não percamos o equilíbrio, nem a percepção do privilégio de ser sem esperar nada em troca.

Anúncios

5 comentários em “Para não perdermos a noção

  1. Pois é, Infelizmente a Gente Vem se Perdendo nos Movimentos da Massa que nos Condiciona Freneticamente com Muito Pânico e uma de Suas Ferramentas é a Religião. O Palavra “Deus” Se Tornou Tão Valiosa quanto a Palavra “Dinheiro” e Todo este Controle Distorce a Nossa Percepção do que é a Vida de Verdade. Deus está em Tudo o que é Simples, o que Não é Complexo e Não se Vincula ao Estado de Medo de Ser Punido (a) caso Não Siga os Dogmas Religiosos, de Sermos Punidos por Pessoas Muito Próximas de Nós por Sermos Diferentes dos Demais. Cada um de Nós Temos o Direito de Crer ou Descrer, Sem Interromper a Liberdade Daqueles que Possuem uma Crença diferente, portanto, Não Podemos Jamais nos Tornarmos Vítimas das Pessoas que Usam a Religião para nos Desqualificar Psicologicamente para Impor os Seus Interesses Próprios. Deus está em Tudo no que é Simples, no Sol, na Chuva, nos Insetos, nos Desconhecidos que Cruzamos pelo Caminho. Felicidade Sempre com Liberdade de Sermos o que Somos e Não Converter Ninguém das Suas Liberdades de Serem Felizes, Todos Nós Somos Iguais neste Mundo. Fiquemos Bem 🙂

  2. Os estímulos ao consumo e a vida acelerada estão nos tornando cada vez mais fragmentados e insensíveis. Por isso talvez nunca foi tão importante como na modernidade praticar o desapego e aquietar a mente! Abraço Flavio, beijos querida Clarice.

  3. Bem, Rafael, Você Falou a Verdade, Meu Amigo, o Aquietar-se é um Momento em que a Paz Interior de Verdade Vira Luz para o Nosso Caminho, nos Desviamos dos Efeitos das Críticas Negativas daqueles que nos Punem por Não Seguirmos a Massa Amedrontada e Desesperada Por Respostas que Não Estão Fora, mas, Dentro de Nós e Aprendemos o quanto é Importante Ficarmos Tranquilos com Nossa Visão da Nossa Simplicidade. Ficarmos Aquietados não é Ignorar a Realidade como Muitos Dizem por aí, Fingir que Tudo está num Mundo de Poliana, mas, é Reconhecer o Nosso Direito de Sermos Felizes, Sermos Nós Mesmos com nossas Imperfeições e Seguirmos o Nosso Fluxo e Sempre Respeitando o Caminhar dos Demais. Fiquemos Muito Bem, um Ótimo Fim de Semana pra Vocês, Rafael, Flávio Siqueira e Demais Vagalumes 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s