A guerra midiática conta o PT (Um diálogo)

Não quero ficar sempre nesse assunto, mas também não quero me omitir. Achei que esse debate que tive há pouco pelo FB pode ser útil à reflexão:

Rainer Rilke: Flávio uma das coisas que me deixa pasmo na verdade é o espetáculo midiático que vai atingindo á toda uma população de pessoas irrefletidas que se pudessem levariam o Lula à cadeira elétrica ou guilhotina. A fixação com o nome do ” PT” ou ” fora PT” se tornou uma histeria a meu ver, tanto quanto a fixação dos evangélicos pelo ” demônio” ou anteriormente, da “Santa Inquisição” com as chamadas heresias. Nem defendo mais o PT não, se roubaram tem mais é que responder à lei mesmo. Mas que o comportamento da mídia e da população em geral tá uma coisa feia de se ver, isso com certeza está! Bom domingo!

Flavio Siqueira: Rainer Rilke amigo, esse fenômeno midiático a que se refere (e tem razão) que demoniza o Lula, é exatamente o mesmo (que às avessas) o canoniza. Faz parte do “DNA” histórico petista a caça as bruxas (Fora Itamar, Fora FHC, Fora Real etc…) de modo que hoje, o que semearam, retorna em proporções maiores contra os próprios. Note que é a mesma semente. Obviamente não há vitimas entre a maioria dos que se acusam. O Lula não é um “pobre nordestino que desafia a elite e por isso mesmo está sendo perseguido”. O Lula é a elite com espírito sindicalista, daquele que tenta estar bem com os “patrões” (empresários, banqueiros, etc..) e os “empregados” (o povo). Não é um “santanas”, mas está longe de ser um “santo”. É apenas um oportunista que soube encarnar o simbolo de um sonho (ele faz isso desde a decada de 80). Quem o defende, defende um ideal, por isso tanto faz o que ele fez, para os tais, vale o que ele representa, ainda que há tempos tenha deixado de representar. (veja quem são seus aliados) Inteligente como é, Lula joga fogo na gasolina e contribui para um país esquizofrênico e fragmentado, arregimentando um verdadeiro exercito em seu favor. Por outro lado, sabemos que há dezenas de interesses escusos entre os que atacam. É claro que tem muita gente mal intencionada fazendo coro de “Fora PT”, esse é e sempre foi o jogo político. Há aproveitadores por todos os lados. O que não dá é que, por conta disso, tapemos o sol com a peneira e coloquemos como mártir um homem que não é. Nem Lula, nem FHC. Nem o PT, nem a rede Globo. Consciência de que não há santos nessa história, mas é preciso começarmos a tirar a sujeira debaixo desse tapete e nos posicionarmos para que o relativismo interesseiro deixe de legitimar o que sociedade alguma pode aceitar. Sei que es gente boa. Sei que me entenderá. Grande abraço e bom domingo pra ti tbm.

Anúncios

4 comentários em “A guerra midiática conta o PT (Um diálogo)

  1. Flávio, novamente no dia de hoje compartilho sua linha de pensamento sobre os fatos pautados. Meus parabéns pela sua resposta, tomara que seu amigo reflita sobre ela.

  2. Meu Querido, Flávio Siqueira, eu, Clarice Nunes da Costa, Assim como a Nossa Vagalume Querida, Angela Baralla, Quero também te Parabenizá-lo pela Excelente Resposta e que esta Resposta Gere Mais Reflexão ao Nosso Amigo e à Todos Nós, num Momento tão Importante pra Todos Nós, que Passamos por uma Turbulência de Corrupção com Toda esta Crise. Fiquemos Muito Bem neste Fim de Semana e uma Semana Melhor pra Todos Nós 🙂

  3. Querido Flavio, obrigado por palavras tão sensatas em mais um momento político de caça as bruxas! Abraço fraterno amigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s