O que pensamos

Todos temos nossas verdades. A minha não é perfeita. Como seria se perfeito sei que não sou? A sua também não é, pelos mesmos incontestáveis motivos. Sendo assim, por que não assumimos que, tanto a minha, quanto a sua verdade, por mais que se fundamentem em “absolutos”, são visões parciais e, nelas, além de imprecisões, há também oportunidades para que cresçamos uns com os outros? Nossas verdades refletem apenas o ponto onde estamos e nada além. Não te parece mais razoável assim?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s