Se você pudesse ser quem quisesse, quem seria?

Anúncios

Afetos e provocações

Quem provoca a ira do outro de propósito, quer afeto. Geralmente é o passo frustrado de quem não encontrou correspondência, mas não desistiu. Como não pode ter o amor, substitui pelo ódio. São aspectos da mesma moeda.Responder na mesma linguagem é alimentar o processo e virar refém de um circulo que não termina.

Expectativas

Não importa para o que ou para quem direciona sua expectativa. Ela sempre será maior do que o outro pode corresponder. Quando se frustrar a tendência é transformá-la em decepção, em autovitimização, em perplexidade proporcional à expectativa que alimentou. Esse processo servirá como esconderijo, dificultará perceber que, por “pior” que o outro seja, o real problema não está no outro, mas em você,