Silêncio das palavras

Anúncios

Um comentário em “Silêncio das palavras

  1. SIMULTANEIDADE

    – Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
    – Você é louco?
    – Não, sou poeta.
    (Mario Quintana)
    Lendo esse poema, do Quintana, e me lembrei de você, Flavio.
    abraço e fique na paz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s