Fonte de nossas inspirações

Se não fôssemos incompletos, finitos, se não temêssemos a morte, possivelmente não teríamos recursos para nossas poesias, nossa arte, nossa fé e boa parte de nossas relações. Contraditoriamente, o que temos de mais lindo, nasce justamente das ambivalências. Só nos vemos por contrastes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s