Apenas reflexo

Linguagens expressam o que somos pela via dos códigos. Precisamos dos símbolos, eles nos ajudam a identificar o incognoscível que nos habita e não cabe em nenhuma caixa, em linguagem alguma. Então falamos de amor, fazemos poesias, sonhamos com as músicas, pensamos em Deus, no universo, na vida, na morte, no tempo, no espaço… De repente nos enxergamos como átomos em algo muito maior e ficamos apavorados.

É como perceber-se como peça completamente irrelevante em uma engrenagem assustadoramente complexa, sem controle sobre nada. Já não servem os códigos, nenhuma linguagem expressa o que deixou de caber em letras, em livros, em ideologias ou religiões.

Como capturar o oceano em um vidro de maionese? Como sequestrar a luz em um tubo de ensaio? Alguém pode reduzir todos os tons e suas variações em uma única música? Há poetas capazes de expressar em palavras o significado do amor? As sensações que olhar a lua desperta se limitariam em um texto?

Impotente, tudo o que me cabe é expressar como sei. O que sou revelado em meu olhar, assustado tantas vezes, maravilhado tantas outras por viver em um mundo que mal conheço, exposto a processos tão sutis que jamais terei acesso na totalidade, tocado por cada movimento de vida, cada escolha, cada expressão de humanidade que me ajuda a enxergar. Ainda que a visão esteja turva. Ainda que seja só um pouco. Ainda que seja apenas um reflexo.

Um comentário em “Apenas reflexo

  1. “Ainda que a visão esteja turva”,
    Enxergar e ir Além.
    Além do Eu, rio que habita em mim
    E transbordar no Mar, que somos nós.

    (completamente inspirada por seu podcast no Portal Despertar)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s